Hide Button

Índice das ofertas dos ministérios de Sammy Tippit nas seguintes línguas:

English  |  中文  |  فارسی(Farsi)  |  हिन्दी(Hindi)

Português  |  ਪੰਜਾਬੀ(Punjabi)  |  Român

Русский  |  Español  |  தமிழ்(Tamil)  |  اردو(Urdu)

devotions
Intimidade com Deus

Eu nunca vou esquecer a noite que conheci a Cristo. Eu pensei: "Não tem como ficar melhor que isso!". Eu tinha conhecido o Deus que criou todo o universo. Meu coração estava em êxtase por experimentar de primeira mão Seu amor e poder em minha vida. Eu estava fascinado com Ele. A vida tinha um novo significado. Eu via através de um par novo de olhos. Porém, aquele foi somente o começo de uma jornada incrível que me levaria a uma revolução, conseqüente de um genocídio, e a nações arrasadas pela guerra , com a mensagem do amor, graça e perdão de Deus. Seria o começo de uma jornada de intimidade com Deus.

Um homem ou mulher de Deus nasce em um momento. Mas, somente cresce à plenitude no curso de uma vida inteira de conhecer a Deus intimamente. Muito freqüentemente, os cristãos têm a atitude de que, uma vez que a pessoa nasce de novo, ela finalmente "chegou". A verdade é que a jornada acabou de começar. A salvação não é a linha de chegada. Ela é o local de partida. Conhecemos a Deus na salvação, mas devemos crescer na santificação se é para nos tornarmos os homens ou as mulheres que ele quer que sejamos.

Moisés encontrou a Deus numa montanha, no deserto midianita. Deus Se revelou a Moisés, mas aquele foi só o começo do relacionamento dele com Deus. Ele viria a conhecer a Deus intimamente. Depois de Moisés ter encontrado a Deus naquele dia crucial, ele começou a fazer algumas perguntas lógicas sobre seu novo relacionamento. Houve três maneiras pelas quais Moisés começou a crescer na sua intimidade com Deus.

Primeiro, ele veio a conhecer a Deus como um ser onipresente. Deus disse a Moisés: "Certamente eu serei contigo" (Êx. 3:12). Moisés precisava saber que, independente de onde ele fosse, Deus estaria lá. Deus estaria com ele quando ficasse perante a Faraó e quando ele ficasse frente ao Mar Vermelho. Ele estaria com ele no deserto e na cidade. Ele estava com ele na montanha e estaria com ele quando descesse ao vale.

Quando a revolução romena aconteceu, houve um clamor maravilhoso que explodiu nos corações do povo. Eles tinham sofrido sistematicamente uma lavagem cerebral por toda suas vidas com o ateísmo. Mas, em um momento divino, Deus veio e Se revelou para o povo e 200.000 pessoas, na segunda maior cidade da nação, começaram a gritar: "Dumnezeu este cu noi!", que traduzido significa: "Deus está conosco!".

Quando Jesus veio a este planeta, um dos nomes dados a Ele foi "Emanuel", que traduzido significa: "Deus conosco". Quando Deus Se revela ao Seu povo, Ele sempre quer que eles saibam que Ele estará com eles não importa onde eles vão.

Mas, Deus também se revelou a Moisés como eterno. Deus está em todo lugar, todo o tempo. Moisés fez a pergunta lógica: "Qual é o seu nome?" Se fosse para ele ir de volta aos filhos de Israel, ele precisava pelo menos saber o nome de Quem o estava enviando. A resposta de Deus para essa pergunta foi o máximo de Sua própria natureza. Ele disse: "Eu sou o que sou". Perceba que ele não disse: "Eu era o que era ou serei o que serei". Naquele momento, com Moisés, Deus era "Eu sou o que sou". Hoje Ele é o "Eu sou" e, amanhã, Ele ainda será o "Eu sou". Ele não envelhece. Ele é o mesmo "ontem, hoje e para sempre."

Por fim, Moisés passou a conhecer a Deus como perfeitamente fiel. Deus disse a Moisés: "Assim dirás aos filhos de Israel: O Senhor Deus de vossos pais, o Deus de Abraão, o Deus de Isaque, e o Deus de Jacó, me enviou a vós. Este é o meu nome eternamente, e este é o meu memorial de geração em geração" (Êx. 3:15). O que Deus havia feito por Abraão, Isaque e Jacó, Ele faria por Moisés. Deus tinha sido fiel e verdadeiro as Suas promessas aos antepassados de Moisés e Ele seria fiel a Moisés também.

Moisés se tornou um homem de Deus, não porque ele era um grande homem, mas porque ele passou a conhecer um grande Deus; o Deus que está em todo lugar, todo o tempo e é completamente fiel. E o pensamento maravilhoso é que o Deus de Moisés é o Deus de todo verdadeiro seguidor de Jesus, o Cristo. A formação de um homem de Deus não começa com o homem, mas com o Deus que o faz. É o homem ou a mulher com a marca do caráter de Deus sobre sua alma que é útil ao Seu reino. Tal marca é registrada no coração humano através da intimidade com o Salvador.